segunda-feira, 13 de novembro de 2017

[Podcast] Pensando RPG #129 - Entenda a figura do Anão


Bom dia, RPGista!! Segue mais um episódio conceitual bem legal para vocês, dessa vez falando de uma das classes mais "clássicas" do D&D, hehehe =D Segue a sinopse:

Neste episódio, falo sobre a figura dos Anões, uma das raças mais antigas do RPG Dungeons & Dragons e presente também na maioria dos contos e histórias de fantasia. Entenda de onde vem a mitologia utilizada pelos RPGs e também como os anões de D&D se diferenciam dos do Tolkien.

Duração: 27m18s
Baixar diretamente - Clique Aqui
Confira o podcast no Itunes - Assine Aqui
Podcast Addict? Procure "Pensando RPG"
RSS Feed do Podcast


BAIXE AGORA O APP DO SITE

Promoção da Amazon, Temporárias


Falado no Podcast





Confira e Participe





powered by TinyLetter

6 comentários:

  1. Opa Leonardo.
    Ótimo programa, escutar seu podcast reviveu minha vontade de jogar RPG , estou procurando uma mesa na minha cidade mais esta meio complicado de achar.
    Somente uma correção, na mitologia nórdica o que prende o lobo Fenrir é uma fita de seda não uma corrente, pois correntes ele quebrou todas e somente esta fita conseguiu o prender pelo menos até o Ragnarok. Esta fita foi feita pelos Anões com os seguintes itens:
    O som dos passos de um gato.
    A barba de uma mulher.
    As raízes de uma montanha.
    Os tendões de um curso.
    O fôlego de um peixe.
    A saliva de um pássaro.
    Pelo menos é o que consta no livro do Neil Gaiman de Mitologia nórdica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, cara! Usei o comentário lá no podcast de anteontem! Brigadão pela participação!! =D

      Excluir
  2. Olá, Leonardo.
    Sou ouvinte há algum tempo, mas esta é minha primeira inteiração com o podcast. Gostaria de deixar aqui três links de vídeos muito interessantes para quem tem um bom domínio da língua inglesa. Tratam-se de especulações, feitas por grandes nerds de história, armas e artes marciais medievais, sobre as armas mais adequadas para anões.
    O primeiro é do canal Shadiversity, o segundo é do Skallagrim e o terceiro é um comentário/resposta do Shad ao vídeo do Skallagrim, dando continuidade ao debate (de forma saudável, claro).
    Ambos youtubers possuem um conhecimento legal e se embasam muito bem para fazer suas colocações. Recomendo fortemente os canais de ambos. Shad também possui outros vídeos sobre "armas ideais" para outras criaturas da fantasia (como elfos, halflings, minotauros, nagas, anjos, gigantes), nos mesmos moldes. Já Skall, possui uma vasta coleção de reproduções historicamente precisas de armas e algumas armaduras medievais, bem como uma boa experiência com HEMA (Hystorical European Martial Arts). Seus canais provavelmente levarão vocês a outros canais de tópicos similares, também muito interessantes.
    Além de ver ideias interessantíssimas sendo expostas nos vídeos, quem assistir a esses links, pode buscar inspirações para abordar seus anões de maneira alternativa à fantasia clássica, se desejar.
    No mais, um abraço e segue o endereço dos vídeos citados.
    (Quais Armas Medievais Anões Realmente Usariam - Shadiversity)
    https://youtu.be/cDt_tIcca-k

    (Armas mais Práticas para um Anão de Fantasia?-Skallagrim)
    https://youtu.be/seih9n2MuYc

    (Resposta ao Skallagrim, Armas mais Práticas para um Anão de Fantasia?-Shadiversity)
    https://youtu.be/FaUm5Fer0Pc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já postei uma playlist que envolvia se não me engano alguns dos links do Shadiversity. Vou dar uma olhada pra não repetir uns e repasso os links pro pessoal no feedback da semana que vem! Valeu MUITO ae pela participação!

      Excluir
  3. Ótimo podcast! Muito interessante saber que o Bruenor influenciou os anões do Peter Jackson; sou muito fã do personagem e os anões de meu livro também têm muita influência dele. Eu nunca imaginei que os anões do D&D tivesse essa pegada escocesa e foi bacana conhecer mais uma origem. Faz o próximo conceitual dos halflings ou dos dragonborns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que farei dos halflings. Os Dragonborns exigirão mais pesquisa, pq eu não sei tanto. Como eu falei, eu jogava muito D&D e lia tudo até a 3.5, quando ainda não se tinha trabalhado lá muito com eles. Tenho umas noções, mas como gosto de falar bem profundamente, vou precisar de um tempo a mais.

      Excluir