segunda-feira, 2 de outubro de 2017

[Podcast] Pensando RPG #105 - Como narrar ações furtivas e de ladinagem? E druidas podem se transformar não só em animais?


Bom dia, RPGistas!! Começamos mais uma semana, com mais um de nosso populares podcasts de Perguntas & Respostas. Fiquem ligados, pois tem desafio nesse podcast e uma dica legal sobre o Brandon Sanderson. Enfim, segue a sinopse:

Neste episódio, trago algumas dicas e comentários muito legais dos ouvintes, dou algumas ideias e exemplos de como narrar ações furtivas e de ladinagem e ainda falo um pouco sobre Druidas e Homebrew (Regras Caseiras).

Duração: 35m43s
Baixar diretamente - Clique Aqui
Confira o podcast no Itunes - Assine Aqui
Podcast Addict? Procure "Pensando RPG"
RSS Feed do Podcast


BAIXE AGORA O APP DO SITE

Falado no Podcast




Confira e Participe




powered by TinyLetter

15 comentários:

  1. Cara, eu quero te dar uma critica construtiva, eu amo seu podcast mas você se repete muito, no começo do video tem 7 minutos de propaganda (nada contra) mas apenas repetindo e repetindo a mesma coisa, da pra cortar isso em 2-3 min e não deixar de falar nada que você queria falar, mas durante o podcast vc repete um pouco mas bem menos, por favor leve na boa ;-;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu preciso dar os recados cara. E falar das coisas. É uma ralação absurda o que passo, absusrda, pra botar o conteúdo, mesmo estando doente. O mínimo que posso esperar da galera é ouvir um pouco sobre o livro e coisas que estou lançando. Eu não uso script, então tem vezes que vai ficar mais longo ou mais curto. E não foram 7 minutos de propaganda, foram 3 minutos.

      Os outros 4 minutos foram falando do que seria falado no podcast (como mta gente me pediu no começo, pra saberem se vão continuar ouvindo ou não, no caso de perguntas e respostas) e hoje pra pedir pra galera divulgar o podcast, o desafio do qual irei falar ao longo da semana, pq é importante para que ele cresça e eu possa continuar fazendo ele pra vocês.

      Excluir
  2. como soltar o cagao no pessoal: usar a musica d lavander town num local escuro e mais silencioso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem baixinho... em outro comodo para os jogadores pensarem que é coisa da cabeça deles... *Risada maligna*

      Excluir
  3. Ainda não apliquei isso em minhas mesas, mas o que acham do jogador fazer a jogada de furtividade quando o resultado vai ser imediato ?
    Exemplo: o ladino terá que passar por 2 guardas, logo o ladino terá que passar perto deles e se falhar, já vai rolar combate.

    Eu como jogador gosto muito de jogar como ladino, mas me sinto em um constante leap of faith, porque eu se quer rolo os dados.

    ResponderExcluir
  4. uma coisa q acho engraçado em testes de percepção, principalmente quando o jogador tira 1 no dado e ele ve uma mosca a 100m d distancia, mas n ve um elefante logo a frente dele, q droga d teste é esse em q vc percebe uma coisa insignificante longe pacas, mas n um treco gigante logo a frente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei um pouco sobre o seu caso...
      Caso isso esteja te incomodando, conversa com os jogadores da mesa, talvez eles gostem desta instabilidade do dado nas rolagens de percepção.
      Caso a mesa tenha o mesmo sentimento que ti... talvez seja a hora de falar para o mestre dar uma maneirada nas falhas criticas de percepção.

      Nada melhor que conversar com a galera para evitar treta e frustração.

      Excluir
  5. Olá Leonardo e a todos amantes de rpg que valorizam esse hobby. Sempre ouço os podcast daqui e resolvi enviar um feedback apresentando minha história recente a quem interessar. A campanha se trata de um grupo que formaram uma caravana para resolver problemas a favor da "Ordem de Todo Bem" que atua nos reinos. No 2º dia da campanha acontece uma catástrofe com o mundo, um som no céu de várias explosões e um tremor na terra faz com que todos no mundo que manipulam magia "percam" o acesso a magia (por isso não é viável Players de classes arcanas), eles não sentem capacidade de conjurar, os dias passam mais depressa e as noites se prolongam por o triplo de tempo, e logo descobrem que somente raças de monstros e NPCs malignos conseguem usar magia, até mesmo magias de "cura" o que não seria possível (cabe ao mestre desenvolver os NPCs e monstros que usam magias). A idéia principal é a seguinte; após a catástrofe, entidades aparecem através de ATOS (não deuses, nem demônios nem similar). Um Ato tem personalidade igual seu nome, ex.: O Medo é uma criança que chora, Discórdia uma Mulher que faz conflitos entre os Jogadores contra NPCs... Cada Atos se fortalece escolhendo um grupo para representá-lo no mundo (já que não são Onipresentes) essas entidades dispõe de Habilidades únicas ex.: Parar o Tempo, Intagilidade, Mudar Realidade... (a critério do Mestre). Os grupos dos Atos entram em conflito com os jogadores, se o grupo vencer os inimigos o seu Ato consome o do que perdeu aumentando poder no mundo. Os que vou usar são: Pecado, Gula, Medo, Injúria, Discórdia, Agonia, Cólera, Covardia, Desejo, Falsidade, Inocência, Loucura, Maldade, Perversidade, Traição, Vingança, Rancor, Raiva e Ódio. A tensão maior é : quando escurece os jogadores percebem o tempo passar mas não amanhecer, isso se prolonga, e aparecem muito mais monstros que o comum, monstros fundidos com espécimes aleatórias, bem organizados e sábios, levando terror nas cidades e planícies, os monstros podem vir invisíveis o que dificulta mais o combate. Praticamente Uso todos os monstros do livro dos Monstros e gosto de misturar as habilidades pra confundir os "batagamers" tipo um Tritão-Centauro, ou um Vargouille com tentáculos de um Devorador de Mentes. Existem ainda problemas políticos no continente a serem resolvidos, e quanto mais demoram mais difícil se tornam as noites, quantos mais rápido mais vantagens. Não vou descrever toda minha campanha por que é muita coisa, mas fico contente em compartilhar isso com todos, desculpas pelo texto gigante e se tiver como mande um salve pro grupo do Carlos aqui da cidade de Presidente Epitácio. Grandes Abraços a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você postou achando que tinha sido rechaçado, mas não. É que eu modero os comentários. Então, como estava gravando e postando o episódio de hoje, só pude aprovar agora. =)

      Excluir
    2. a sim, achei que meu chrome estava me trolando !

      Excluir
    3. hehehe, agora está aí. Excelente participação por sinal. Vou ver como usar.

      Excluir
  6. Galera vcs tem alguma dica primordial pra um mestre de primeira viagem .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ter medo de errar. É o principal. Vai acontecer de errar regrinhas, vai melhorando a cada sessão que está de boa. Tem uma entrevista com a Laura Smiderle que pode ser legal para você como mestre iniciante.

      Veja aqui:

      Pensando RPG #072 - Conversando com uma mestra de primeira viagem (Bate-papo com Laura Smiderle)

      Excluir