terça-feira, 22 de agosto de 2017

[Podcast] Pensando RPG #085 - Vamos falar de RPG Old School (e Hexcrawl): Bate-papo com Rafael Balbi

Imagem retirada de um artigo do Balbi no Medium, cedida a ele de um excelente artigo do blog Tomo da Sabedoria (clique aqui para conferir)

Bom dia, RPGista!! Aqui segue um bate-papo MUITO interessante sobre RPG das antigas, focado em um estilo diferente de jogo e de construção de mundo. Vale muito ver! Segue aí a sinopse:

Neste episódio, bato papo com o Rafael Balbi, que mestra no canal Perdidos no Play (inscrevam-se), em que falamos do Dungeons & Dragons Cyclopedia, de RPGs Old School e Hexcrawl. É um episódio bem legal, com alguns histórias muito interessantes, tenho certeza de que irão gostar!

Duração: 55m47s
Baixar diretamente - Clique Aqui
Confira o podcast no Itunes - Assine Aqui
Podcast Addict? Procure "Pensando RPG"
RSS Feed do Podcast


Siga o Perdidos no Play


Compre o D&D Cyclopedia


Blogs, campanha e artigos do Balbi



Outros RPGs Old School citado



Podcast e Artigos sobre Mundos Abertos



Confira e Participe


17 comentários:

  1. Aeee valeu o espaço pra divulgar o hexcrawl!
    Pra complementar, vou postar aqui mais alguns links citados no podcast:

    The Black Hack - em português
    https://the-black-hack.jehaisleprintemps.net/static/pdfs/the-black-hack-brazilian-portuguese-v1.1.pdf

    Hexbox (d&d 5e) - em inglês
    http://www.drivethrurpg.com/product/182579/Hexbox

    ResponderExcluir
  2. Leonardo, que foto irada! Você quem tirou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Essa é do próprio Medium do Balbi, o Ouro e Glória. Se der um pulo lá e for lendo os artigos verá por lá =)

      Excluir
  3. Ótimo podcast, vou dar uma olhada nos mapas hexagonais de antigamente.

    Alguém teria uma sugestão de programa para fazer mapas hexagonais??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal que curtiu! Cara, dá uma olhada no inkarnate.com e vê se lá tem opção de fazer em hexagonal. Imagino que tenha!

      Excluir
    2. O Balbi usou outro programa, não sei de cabeça mas no canal do youtube no Perdidos no Play tem os vídeos do Balbi preparando a aventura, lá ele mostra como usar o programa que ele usou para fazer o mapa hexagonal do HexCrawl.

      Excluir
    3. Tem o link para o episódio em especifico?

      Excluir
  4. Meu sistema do coração, Old Dragon, leva bem para esse lado do Old School, Hardcore, Fungos Pigmeus dano PK. Adoro jogar assim sendo player ou mestre.

    Mas, recentemente percebi que alguns jogadores não querem toda essa tensão em um jogo.Tentei adicionar alguns combates mas... eu como mestre não me divirto por não ser desafiado pela estratégia dos jogadores.

    Ai eu mando uma questão, como joga um RPG Old School, desafiando os jogadores, sem ter toda essa tensão de morte o tempo todo ? ( Alguns diriam impossível, mas pergunto para gerar a discussão )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, legal. Levo pro podcast e passo pro Balbi também. Falamos do Old Dragon pertinho do fim, hehe, mas só como citação mesmo. Aí joguei aki pra galera o link. Mas falei com a galera da Red Box, dona do jogo, pra conversar com um pessoal de lá só sobre ele.

      Excluir
    2. Ele respondeu ali embaixo! (só pq acho que comentando aqui você recebe notificação)

      Excluir
    3. Opa! Vou recomendar algumas coisas.
      1. Escolhas difíceis e risco. Não necessariamente a vida dos personagens está em jogo. Você pode botar outras coisas valiosas em jogo e obrigá-los a dosar risco e recompensa.

      2. Tensão. Exploração de ambientes estranhos mas promissores em termos de recompensa podem trazer um ótimo roleplay. Obstáculos e dificuldades do ambiente podem desafiar bastante os jogadores e não suas fichas. O mesmo vale para situações sociais como negociações de trégua, impasses, barganhas ou mesmo súplicas quando algo importante está em jogo.

      3. Combate em massa. Pode não botar em jogo a vida dos personagens, mas colocar em risco coisas de repente ainda mais valiosas.

      Se nada disso resolver, pode ser que os jogadores estejam a fim de brincar mais com suas fichas em um jogo que lhês dê mais poderes e recursos como o D&D 5e, ou o Dungeon World, que não é tão letal.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Adorei o podcast! Sou muito fã do Balbi, já joguei com ele e sou padrinho do Perdidos no Play.

    Tenho bastante vontade de experimentar o D&D ZERO, mas acho que dificilmente iria começar uma campanha com esse sistema. A evolução de personagens nesse sistema é muito lenta, não tenho mais tempo para jogar campanhas muito longas.

    Vi uma imagem de um método de gerar mundos aleatoriamente só jogando dados num papel, alguém conhece esse método?

    https://i.pinimg.com/originals/d2/37/62/d2376214f29d1ca8acbd3e282878a816.jpg

    Eu também venho brincando com coisas parecidas que lembram um pouco o HexCrawl, conforme os jogadores vão viajando pelo mapa mais coisas são adicionadas ao mapa e ao mundo. Mas não é tudo gerado aleatoriamente comigo não. Eu uso mais um método de aceitar colaboração dos jogadores sobre o que está no mundo. Algo mais ou menos parecido com o que a Laura Smiderle faz. Acho ótimo.

    ResponderExcluir
  7. (Hausman)= Tenho narrado no Rules Cyclopedia (usando o cenario de Mystara - do propio livro) a mais de 10 anos...recomendo muito o flavor que o sistema proporciona. recomendado! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, fico feliz demais que curta! Eu curto muito o Cyclopedia. Tomara que o Balbi traga muita gente ae hehe

      Excluir
    2. (Hausman Santos)= Ja sao 4 campanhas narradas no Mystara Rules Cyclopedia ao longo destes 10-15 anos. tambem fico bastante feliz em encontar pessoas que conhçam e curtam este cenario primoroso..vlw = )

      Excluir