quarta-feira, 16 de agosto de 2017

[Podcast] Pensando RPG #083 - Como iniciar uma campanha? Como criar a ambientação e os personagens?


Bom dia, RPGista!! Hoje trago mais um podcast muito legal de Perguntas & Resposta. Como sempre, enviem suas participações e perguntas para que possamos criar episódios ainda mais legais!! Segue a sinopse:

Neste episódio, falo um pouco sobre como podemos iniciar nossas campanhas. Se devemos criar a ambientação primeiro ou se devemos conversar com os jogadores a respeito de que personagens eles querem criar. Falo também sobre um Samurai do futuro e sobre a mecânica dos Ideals (ideais) do D&D.

Duração: 31m57s
Baixar diretamente - Clique Aqui
Confira o podcast no Itunes - Assine Aqui
Podcast Addict? Procure "Pensando RPG"
RSS Feed do Podcast


BAIXE AGORA O APP DO SITE

Falado no Podcast



Confira e Participe


4 comentários:

  1. Muito intrigante o podcast Leo.

    De fato, você já havia trabalhado a ideia de construir a ambientação baseada nos jogadores, não só simpatizei bastante como pretendo utilizá-la.
    No RPG que pretendo mestrar (estou sem tempo por estar no 3° ano do E.M), o "vilão"que criei será um líder espitual de uma "ceita" antiga, que retornou após séculos para tentar utilizar novamente a distorção espacial que ocorre no universo a cada X anos (não determinei ainda).
    Dessa forma, pretendo conectar todas as histórias dos jogadores com essa ceita de alguma forma, seja no pré-jogo, seja como motivação de início de campanha, isto é, criar uma situação inicial que guiará o jogador a envolver-se de alguma forma com essa "Ceita".
    Acho que essa é uma boa forma de utilizar a construção dos jogadores, ao criar um ponto de convergência inicial, interligando todos a ele depois.

    Por fim, tenho uma pergunta:
    Se eu quiser trabalhar com mecânicas e ambientes diferentea do que o sistema está objetivado a, eu devo adaptá-lo, mudar de jogo, ou posso continuar a utilizá-lo? Por exemplo, eu, como já havia dito, possuo o Tormenta RPG que se propõe a focar em um mundo de fantasia antiga.
    MAS, eu queria também utilizar de ambientes (pois minha campanha trabalhará magias de espaço, com teleportes e portais qu epodem levar para outros planetas ou até dimensões) um pouco mais contemporâneos, em especial um baseado no jogo Bioshock. Como existe uma discrepância entre os dois universos gostaria de saber a sua opinião sobre a modificação ou troca do sistema do jogo e o porquê.

    FLW, continue com o ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beleza! Depois leio com calma. E aí respondo aqui ou levo pro cast da semana que vem.

      Excluir
    2. Quanto a sua pergunta, não existe certo e errado. Você sempre pode adaptar. Tem uma forma muito clássica de adaptar D&D para o futurístico que é não quase nada. Pistolas seriam usadas com as mesmas mecânicas de se atirar flechas. Sabres de luz seriam usados com as mesmas mecânicas de espada bastarda. Não muda nem o dano. Só diminui os pontos de vida dos personagens.

      Eu, pessoalmente, usaria GURPS Lite para o cenário que você descreveu. Talvez vc goste de um sistema simples da mesma editora de Tormenta: 3D&T.

      Excluir
  2. Gostei do episódio!

    Quanto aos Ideals do D&D5e.... Acho interessante reforçar que oficialmente são regras obrigatórias. Vejo muitos jogadores pesquisando suplementos e revistas atrás de regras opcionais para deixar os personagens deles mais fortes mas esquecem dessa regra que oficialmente é obrigatória.
    Você mencionou os Personality Traits, mas também existem os Flaws e os Bonds.
    Segundo o Player´s Handbook página 125 a forma de recompensar interpretação é com a recuperação de Inspiration. O texto não menciona exatamente os Ideals, mas mencioana os Personality Traits, Flaws e Bonds.
    Acho que os Ideals são muito melhores do que o alinhamento para entender quem é o personagem. O alinhamento é muito limitado e cada grupo entende o alinhamento de um jeito. Pergunte pra um grupo de RPGistas qual é o alinhamento do Darth Vader: cada um vai falar uma coisa. Mas seria muito mais fácil definir a personalidade dele com Ideals, Bonds, Flaws e Personality Traits.
    Existem tabelas para gerar aleatoriamente Ideals, Personality Traits, Bonds e Flaws a partir do Background do personagem na Player´s Handbook nas páginas 127 a 141. Acho bem legais, um dos personagens da campanha que mestro tem essas características baseadas nessas tabelas. Acho legal dar uma olhada pelo menos ao criar um personagem: são ótimas sugestões.

    ResponderExcluir